Aumente a imunidade exercitando o timo

 

"timoglandula"

 

Muito se tem falado sobre imunidade e fórmulas milagrosas para aumentá-la nestes tempos de pandemia. No entanto, o nosso corpo tem uma glândula que, se estimulada diariamente, pode aumentar as defesas do nosso organismo: o timo. Portanto, aumente sua imunidade exercitando o timo.

Apesar de ser muito pouco conhecido pela maioria das pessoas, o timo é uma glândula com enorme responsabilidade na formação do sistema imunológico, sendo que falhas em seu funcionamento elevam o risco de infecções e até de doenças autoimunes. Seu nome em grego, thymos, significa energia vital.

No entanto, não trabalha tão bem quando o nosso nível de estresse aumenta e quase desaparece quando adoecemos. Portanto, aumente a imunidade exercitando o timo.

Como mostrado na foto acima, o timo localiza-se no tórax, entre os pulmões e a frente do coração. Devido a essa localização privilegiada, no passado, anatomistas acreditavam que ali ficava guardada a alma.

O timo é constituído por três partes principais:

• Medula: a parte mais interna do timo.
• Córtex: envolve a medula.
• Cápsula: o revestimento externo do timo.

Durante o crescimento do feto e na infância, o timo está envolvido na produção e maturação dos linfócitos T, um tipo de glóbulos brancos do sangue. Os linfócitos T se desenvolvem no timo e, em seguida, migram para os gânglios linfáticos do corpo. Eles ajudam o sistema imunológico a proteger o organismo contra vírus, fungos e outros tipos de infecções.

A cor do timo é variável de acordo com as fases da vida: vermelha na formação do feto, branco-acinzentada nos primeiros anos de vida, se tornando amarelada mais tarde. O timo, plenamente desenvolvido, é de formato piramidal, encapsulado e formado por dois lóbulos.

Além de cores diferentes, o timo também tem seu tamanho alterado de acordo com as fases de nossa vida. Quando nascemos, essa glândula pesa entre 12 e 15 gramas. No período puberdade, aos 12 anos, o timo alcança sua maior potência e pesa entre de 30 a 40 gramas.

Após a puberdade, o timo vai definhando e é substituído por gordura. No entanto, a quantidade de linfócitos que a glândula treinou é suficiente para a vida inteira. Em idades avançadas, o timo varia entre 6 a 16 gramas. No entanto, mesmo encolhendo após a infância, o timo continua totalmente ativo.

Segundo médicos especialistas em alergias e imunidade, o timo se assemelha a uma central telefônica por onde passam todas as ligações e faz conexões para fora e para dentro do organismo. E, se somos invadidos por micróbios ou toxinas, reage, produzindo células de defesa.

O timo também é muito sensível a imagens, cores, luzes, cheiros, sabores, gestos, toques, sons, palavras e pensamentos. Sentimentos como amor e ódio o afetam profundamente. Ideias negativas têm mais poder sobre ele do que vírus ou bactérias, pois ele fica tentando reagir e enfraquece, abrindo brechas para sintomas de baixa imunidade, como resfriados e herpes.

Em compensação, ideias positivas conseguem ativá-lo em todos os seus poderes. O timo cresce quando estamos contentes, encolhe pela metade quando estressamos e mais ainda quando adoecemos.

Assim sendo, nada melhor do que fazermos exercícios para estimular esta glândula localizada bem no nosso tórax. Como? Pela manhã, ao levantarmos, ou à noite, antes de dormir.

Exercício 1:

Esta prática faz parte de uma série de exercícios propostos para melhorar a maneira como nos relacionamos com nossos corpos e está em um dos cursos avançados de Access Consciousness. Veja mais sobre as técnicas do Access neste link.

– Fique de pé, os joelhos levemente dobrados. A distância entre os pés deve ser a mesma dos ombros. Ponha o peso do corpo sobre os dedos e não sobre o calcanhar, e mantenha toda a musculatura bem relaxada.

– Focando na região do seu tronco, foque em suas mãos e puxe a energia para cima, através dos seus dedos, até os cotovelos, indo para os ombros e para o timo. Em seguida, perceba a energia se dirigir para baixo, em suas pernas, para seus pés e para fora, pelos dedos dos pés.

– Agora, ao mesmo tempo, enquanto isso está acontecendo, puxe a energia pelos dedos dos pés, através do seu corpo, para cima e para fora, através das suas mãos.

– Agora, foque em seu chacra coronário, sentindo que ele se abre, e puxe a energia para baixo, através do centro do seu corpo, indo até o centro da Terra. Ao mesmo tempo, faça no sentido contrário.

– Perceba que, agora, seu corpo está em equilíbrio e você sente a energia correr por todo o seu corpo. Você sente o fluxo de energia pelo seu corpo e isso proporciona uma sensação muito boa.

– Em seguida, faça todos os movimentos de energia fluírem ao mesmo tempo. Ou seja, puxe a energia por seus braços. Entrando por seus braços, descendo através do timo, descendo e saindo por seus pés. Então, dê o comando para que a energia suba pelos pés, passe pelo timo e saia pela coroa. E, em seguida, a energia desce pela sua coroa, passa pelo timo e sai pelos pés.

– Direcione esses quatro caminhos de energia pelo seu corpo simultaneamente. Perceba como você se sente muito mais energizado!

– Este exercício pode ser feito de manhã e à noite para ativar o timo e, consequentemente, aumentar a sua imunidade.

Exercício 2:

– Fique de pé, os joelhos levemente dobrados. A distância entre os pés deve ser a mesma dos ombros. Ponha o peso do corpo sobre os dedos e não sobre o calcanhar, e mantenha toda a musculatura bem relaxada.

– Feche qualquer uma das mãos e comece a dar pancadinhas contínuas com os nós dos dedos no centro do peito, marcando o ritmo assim: uma forte e duas fracas.
Continue entre três e cinco minutos, respirando calmamente, enquanto observa a vibração produzida em toda a região torácica.

O exercício ajuda a atrair sangue e energia para o timo, fazendo-o crescer em vitalidade e beneficiando também pulmões, coração, brônquios e garganta. Ou seja, enchendo o peito de algo que já era seu e só estava esperando um olhar de reconhecimento para se transformar em coragem, calma, nutrição, emocional e abraço.

– Este exercício pode ser feito de manhã e à noite para ativar o timo e, consequentemente, aumentar a sua imunidade.

Estas práticas podem ser alternadas, cada uma feita em um dia, pela manhã e à noite. Ou, alternadas no mesmo dia – de manhã um exercício e à noite o outro. Dessa maneira, você vai percebendo com qual das duas técnicas se identifica mais e, assim, praticá-la mais vezes.

Ao praticar esses exercícios, você pode perceber regiões no seu corpo mais tensas e aproveitar para dar um comando de relaxamento. Lembre-se: seu corpo ouve tudo o que sua mente diz. Então, aumente sua imunidade exercitando o timo.

Veja mais sobre o assunto neste artigo, do site “O Segredo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.