7 destinos na América do Sul para você conhecer gastando menos

Todo mundo sabe que a economia brasileira está passando por um momento de grande crise. Aliás, essa é a palavra que mais ouvimos nos noticiários. É ligar a TV ou o rádio, acessar um site de notícias ou pegar um jornal ou revista semanal que o assunto é um só: a crise econômica e políticas.

Mas, mesmo com a crise, muitos estão planejando viajar. Afinal, todo mundo merece descansar e o mês de janeiro é um mês em que muitos saem de férias. Segundo a Associação Brasileira das Agências de Viagem, houve um aumento de 5%, em 2015, na contratação de pacotes de viagem. Um número nada mal para um ano que terminou em crise. Outra informação é que as companhias aéreas aumentaram em 9% a oferta do número de voos.

Uma dica interessante para viajar nas férias, mesmo em tempos de dólar alto, é fechar pacotes all inclusive – em que estadia, refeições e passeios estão inclusos – já na agência de turismo. Essa estratégia possibilita um preço mais barato e o pagamento do valor em mais parcelas. Outra dica é programar com antecedência a viagem para conseguir bons descontos junto às companhias aéreas.

E, além dessas medidas, o turista também deve optar por destinos que não dependem diretamente da cotação do dólar como, por exemplo, a América do Sul. Nossos vizinhos da América do Sul reservam, além de lugares maravilhosos, que vão de cordilheiras nevadas a lagos incríveis, o custo bastante atrativo.

Confira uma lista de destinos para curtir muito gastando menos.

Lima – Peru

lima-peru-1

Lima é um destino bem agitado. A capital do Peru reserva atrações para todos os gostos, com vida noturna intensa e muitas opções culturais. Os passeios pela cidade percorrem sítios arqueológicos, praças históricas e ótimos restaurantes, afinal a culinária peruana é considerada uma das melhores do mundo. O táxi por lá é bem barato, porém o transito é caótico, então tenha atenção ao transitar pela cidade.

Santiago – Chile

santiago-chile-2

Santiago é uma cidade grande. Com 6 milhões de habitantes, a capital do Chile conta com ótimos vinhos, gastronomia rica em frutos do mar, um metrô de dar inveja e os próprios chilenos, que são muito simpáticos. Tudo isso com os Andes sempre complementando a paisagem. A cidade ainda é localizada no centro do país, sendo um ponto estratégico para quem quer conhecer as outras belezas chilenas.

Medellín – Colômbia

medellin-colombia-2

Esqueça o que você viu em Narcos. A Medellín de Pablo Escobar ficou nos anos 80/90, de lá para cá, a cidade vem fazendo investimentos em segurança, mobilidade urbana e infraestrutura que a transformaram em um dos principais pontos turísticos colombianos. A cidade é bastante organizada e limpa, suas praças e parques inspiram, sua arquitetura e cultura impressionam. De lá também sai o voo low cost para a ilha paradisíaca de San Andres.

Bogotá – Colômbia

bogotá-colombia-3
A capital da Colômbia é um destino pulsante. A cidade reserva atrações para todos os gostos, como vida noturna agitada, museus, parques e gastronomia variada. Tudo isso a mais de 2 mil metros de altitude. É como diz a campanha colombiana “El riesgo es que te queiras quedar”

Mendoza – Argentina

mendoza-argentina-2
Mendoza é requinte puro. Cidade com ar de campo que respira o cheiro das vinícolas. Sua calmaria é ideal para comer e beber muito bem, afinal seus vinhos estão entre os melhores do continente. Tudo isso sob a vigília do Sentinela de Pedra – o monte Aconcágua – o mais alto do hemisfério sul.

Montevideo – Uruguai

montevideu-uruguai-1
É o destino mais pertinho dos Brasileiros. O voo saindo de SP ou Rio leva em média 3 horas e um bom roteiro turístico compacto cabe em um final de semana. A capital uruguaia não se resume ao legítimo churrasco. Um belo passeio pelo centro organizado da cidade culmina em ótimos museus, como o do Carnaval e o Torres Garcia. Depois que o sol se põe, o ideal é ir para a orla e curtir os bares e baladas que deixam a noite ainda melhor que o dia. Em uma estadia mais longa, considere passar em Colônia del Sacramento, uma charmosa cidadezinha histórica a 180km de Montevideo.

Bolívia

bolívia-1

Nossa campeã da economia, a Bolívia é o país considerado mais barato para se viajar na América do Sul, considerando-se a alimentação, transporte e hospedagem. É o país ideal para mochileiros e aventureiros. A Bolívia é repleta de referências culturais como o síto arqueológico Tiwanaku, o Mercado de Las Brujas. em La Paz, e inusitados, como o Museu da Coca. Além disso, ostenta paisagens únicas, como o histórico LagoTiticaca e o Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo.

Fotos: Google

Leave a Reply

Your email address will not be published.